DAN Medical Frequently Asked Questions

Back to Medical FAQ List
Bookmark and Share

Barotrauma da orelha não reconhecido

Mergulhador novato continua o seu mergulho apesar da dor na orelha. Desde o meu primeiro mergulho há um ano e meio, sempre tive problemas para equalizar a minha orelha esquerda. Só consigo equalizá-la deglutindo. Nos 25 mergulhos que fiz, a equalização tapando o nariz e soprando jamais funcionou.

(O seu conhecimento sobre equalização está atualizado? Faça um teste em http://www.alertdiver.com/Ears_Quiz.)

Em uma viagem recente a Cozumel, eu estava participando do primeiro mergulho de uma série planejada de sete, distribuídos em quatro dias. A temperatura da água estava entre 26,6° C e 31,6° C (80° F e 89 °F) e a visibilidade era de cerca de 15 m (50 pés). Durante a descida, tive dificuldades para equalizar e, entre 6 m e 9 m (20 e 30 pés), senti dor na minha orelha esquerda por algum tempo, entre poucos segundos e um minuto. Interrompi minha descida e informei o dive master sobre o problema. Subi um pouco e equalizei a pressão na minha orelha deglutindo. Quando senti que a orelha estava normal, continuei minha descida.

A cerca de 15 m (50 pés), senti que o problema se reapresentava. Parei, subi e tentei equalizar. Subitamente, ouvi uma forte "explosão" na minha orelha esquerda, seguida por dor intensa, tontura e náusea, por cerca de um minuto. No entanto, os sintomas desapareceram com a mesma rapidez com que tinham aparecido, e eu terminei o meu mergulho sem problemas.

Depois de terminar mais um mergulho e voltar para a praia, comecei a sentir uma forte tontura; ela continuou até o dia seguinte. Por três dias, também tive a visão embaçada quando lia. Nos dias seguintes, senti ocasionalmente uma dor leve na orelha esquerda. Sentia-me como se estivesse muito bêbado.

Imediatamente após o primeiro mergulho, contei ao dive master sobre o problema com a equalização e os sintomas que tinha provado, mas ninguém me sugeriu que eu me abstivesse de mergulhar por um tempo. Continuei mergulhando conforme o planejado, sem ter nenhum outro problema. No entanto, a leve dor na orelha esquerda persistiu até o fim da viagem.

Decidi consultar um médico para ter certeza de que eu poderia pegar o avião para retornar a casa. Ele diagnosticou um barotrauma da orelha média e uma infecção bacteriana na minha orelha esquerda. Não havia secreção na orelha. Recebi uma injeção de corticosteroide, antibióticos por cinco dias, Advil para a dor, descongestionante nasal em pastilhas e spray nasal.

De volta a casa, 16 dias depois do evento da explosão, consultei uma médica com conhecimento de medicina do mergulho. Ela disse que ainda se via um pouco de sangue atrás do tímpano, mas que a otite estava curada. Aquela orelha continuou muito sensível.

Seis semanas depois, consultei a médica novamente, e ela declarou que minha orelha estava completamente curada — nenhum barotrauma. Ela checou as minhas orelhas, fez alguns testes e me disse que eu poderia voltar a mergulhar.

Desde então, mergulhei 14 vezes em água fria, em profundidades entre 7,6 m e 19,8 m (25 e 65 pés), e não tive mais problemas com aquela orelha do que os que já tinha antes do incidente. Ainda tenho algumas dificuldades para equalizar aquela orelha, mas esse sempre foi o caso.
Problemas com a equalização da pressão da orelha média são muito comuns no mergulho e podem resultar em barotrauma, que é a lesão mais comum no mergulho. Para aprender mais a respeito, veja "O guia completo da orelha para o mergulhador".

Os sintomas do barotrauma variam. Raramente é experimentado o barulho alto que o mergulhador descreveu; muito mais comuns são a dor na orelha e a tontura. Os mergulhadores deveriam conhecer os sintomas do barotrauma e não ignorá-los se ocorrem. Se houver qualquer desconforto nas orelhas, os mergulhadores devem se abster de mergulhar. Se uma leve dor na orelha ou dificuldade de audição persistir por vários dias depois de voar ou de mergulhar, os mergulhadores devem procurar um médico.

Um barotrauma grave pode exigir cuidados urgentes. Se um mergulhador sentir tontura e uma sensação de rodopios imediatamente após voar ou mergulhar, ele/a precisa consultar um médico imediatamente, porque há um pequena possibilidade de que uma cirurgia de emergência na orelha seja necessária.

Em caso de dor intensa na orelha, sangramento ou perda de fluidos pelas orelhas, que podem significar uma ruptura do tímpano, os mergulhadores devem procurar o médico na primeira oportunidade dentro dos dias seguintes.

— Dr. Petar J. Denoble


Other Case Summaries FAQs